Como se tornar conhecido fazendo estratégias de marketing de mídia social

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


Quando você inicia sua jornada no mundo digital, uma das perguntas que você faz é como promover seu conteúdo e se tornar conhecido.

E você investiu várias horas na criação de uma postagem fantástica, em um ótimo serviço ou no lançamento de um novo infoproduto.

A resposta para a pergunta do título da postagem é perguntando estratégias de marketing de mídia social.

O SEO também ajuda, e muito, mas é uma estratégia de médio prazo que, a longo prazo, acaba sendo uma das mais importantes, junto com o email marketing.

As redes sociais são uma maneira rápida e direta de interagir com seu público.

Eles são um orador da sua mensagem.

Mais longe, a conexão estabelecida nas redes é especial. Se você é autêntico, as pessoas se conectam a você e você cria um relacionamento. Esse é o começo de ter mais seguidores, mais assinantes e mais clientes.

Alguns deles se tornarão prescritores de sua marca. Eles ficarão tão agradecidos que o promoverão em todos os lugares. Se forem honestos e tiverem alguma visibilidade, atrairão clientes.

Para que sua presença nas mídias sociais seja produtiva, você precisa criar uma estratégia de marketing nas mídias sociais. E execute, é claro.

Vamos começar pelo começo.

O que é marketing de mídia social?

É a comunicação com o seu público através das redes sociais. É uma comunicação bidirecional e igual a igual, embora a voz do cantor seja transmitida pelo criador do conteúdo.

As mídias sociais consistem em atingir o público que me interessa e, quando me interessa, através das redes sociais para estabelecer um relacionamento.

Isso é bom, mas nem sempre é fácil.

A mágica do marketing de mídia social está atingindo novos públicos, estabelecendo um relacionamento com eles e para muitas pessoas se tornarem clientes.

É importante saber que você não vai a todos ou que todo mundo vai comprar de você. Haverá pessoas que estabelecerão um relacionamento com você, que o seguirão e que falarão bem de você, mas que nunca comprarão de você.

Assim é a vida.

E melhor que seja assim, porque se tudo fosse fácil, seria muito chato.

Além disso, ter muitos clientes é bom, mas você deve ter a capacidade de fornecer seus serviços a todos. Caso contrário, você morrerá de sucesso.

Se você chegar a esse ponto, precisará delegar. Para isso, é essencial que você tenha tudo documentado em um manual de processo.

Portanto, as redes sociais podem ajudá-lo a aumentar consideravelmente sua carteira de clientes, desde que isso seja do seu interesse.

Vantagens e desvantagens do marketing de mídia social

Agora vamos ver quais são as vantagens do marketing de mídia social e (o que pode se tornar) sua maior desvantagem.

É apenas uma coisa, mas pode ser decisiva.

Marca pessoal

A mídia social é uma ótima maneira de criar sua marca.

A marca pessoal é super relevante na Internet. Se você quer vender, precisa criar sua marca.

Se eu vendesse um serviço de terapias naturais agora, nem compraria o tratamento.

Por quê?

Porque eu não tenho marca.

Em vez disso, tenho uma marca, mas ela não está associada a esse setor.

Criar sua marca pessoal não é algo que pode ser feito da noite para o dia ou envolve apenas mídias sociais. Todos os seus canais (web, redes sociais, lista de discussão etc.) e o que é dito sobre você (online e offline) entram em cena.

“Sua marca é o que eles dizem sobre você quando você não está por perto”, Jeff Bezos.

Leads ou folhetos

Se você está nas redes sociais, não é para sair ou ver memes.

Sua presença nas redes sociais deve ter um objetivo: expandir seus negócios.

Foi demonstrado que uma pessoa precisa de vários impactos para tomar uma ação, comprando ou assinando seu blog. Então eleAs redes sociais também têm um benefício indireto que não pode ser quantificado.

Agora, ter seguidores é bom, mas o escopo de suas postagens é limitado. Algoritmos felizes fazem apenas uma pequena porcentagem deles vê-los.

Além disso, os usuários pertencem a cada rede social; portanto, se ela fosse fechada amanhã, você perderia o contato.

Por isso, sempre enfatizo a importância da lista de discussão.

Então você já sabe. Caso contrário, elabore uma estratégia para capturar os e-mails de seus seguidores. Por exemplo, ofereça um ímã de chumbo (ou vários) ao seu público.

Deste modo, você agrega valor ao seu público e captura seu e-mail.

Todo mundo feliz.

Tráfego na Web

Outra vantagem importante é o tráfego que você recebe no seu site, graças aos seus perfis.

Geralmente não será muito grande, mas haverá pessoas que o conhecerão através das redes; portanto, a quantidade não é tão importante quanto a qualidade.

Se você fizer um bom trabalho em redes, o tráfego que receber delas será qualificado, ou seja, pessoas realmente interessadas no que você oferece.

Isso aumentará as taxas de conversão e, se você capturar o lead, ele preencherá sua lista de assinantes muito valiosos.

Para que isso ocorra, é importante que você não faça promessas falsas nas redes nem abuse da isca de clique, que é a estratégia de colocar títulos chamativos para atrair cliques e que não correspondem ao conteúdo (uma postagem ou um vídeo).

Duas das plataformas mais importantes das quais você pode gerar uma boa quantidade de tráfego são o Instagram e o YouTube.

Posicionamento na Web (SEO)

As redes sociais favorecem o posicionamento orgânico do seu site.

E, como vimos, você pode capturar visitas ao seu site a partir de seus perfis. Isso O Google leva isso em consideração, pois interpreta que seu projeto gera interesse.

É o que é conhecido como tráfego social.

O tráfego social está incluído no tráfego de referênciaOu seja, daquele que vem de outros sites. Podem ser outros blogs, fóruns ou redes sociais.

Mais longe, Você gera links de entrada para o seu site. Obviamente, eles não têm o mesmo valor que um link de outra página da web, mas tudo se soma.

Leia Também  Como começar a vender na loja Amazon

Sendo tráfego qualificado, os visitantes passam mais tempo no seu site, o que aumenta o tempo de permanência, outro fator que o Google valoriza positivamente.

Portanto, as redes sociais melhoram o posicionamento na web.

Retorno do investimento (ROI)

Aqui está a coisa. As redes sociais contribuem com muitas coisas, mas também exigem um investimento significativo de tempo.

E talvez algum dinheiro também. Ou porque você contratou alguém ou porque usa uma ferramenta de pagamento, é comum que alguns euros do seu orçamento sejam direcionados ao marketing de mídia social.

As redes sociais consomem os dois principais recursos: tempo e dinheiro.

São ferramentas de marketing Muito mais barato do que outros, especialmente se os compararmos com a mídia tradicional, mas eles têm um custo.

E isso deve ser levado em consideração.

Aqui é importante ter dados objetivos (seguidores, alcance, leads, visitas) e subjetivos.

Como vimos, nem tudo é quantificável nas redes sociais, mas também não é bom passar o dia tentando conseguir mais um seguidor.

Encontre o equilíbrio entre investimento e retorno para que suas estratégias de marketing de mídia social funcionem.

Plano de mídia social ou Plano de mídia social

É um documento que detalha a estratégia a seguir para aproveitar o potencial das redes sociais para melhorar a visibilidade, o prestígio e as vendas do seu negócio.

Ele contém a identidade do projeto, a análise da situação, o planejamento estratégico e a mensuração dos resultados.

Um plano de mídia social ajuda a definir seus objetivos nas redes sociais, quantificá-los e avaliá-los. Portanto, você fica mais perto de alcançá-los.

Com um plano de mídia social, você saberá o que deve fazer em cada momento e situação, para que sua produtividade e eficiência aumentem visivelmente.

1. Análise da situação

Para analisar em que situação está o seu projeto, é melhor fazer uma análise SWOT.

A análise SWOT é uma ferramenta de estudo para a situação de um projeto, empresa ou pessoa em que são analisados ​​seus aspectos internos e externos.

É usado para estudar a viabilidade de um projeto e melhorar a estratégia daqueles que já estão em andamento. O nome é um acrônimo para os aspectos que analisa.

Sua representação gráfica é conhecida como matriz SWOT.

É representado em uma matriz quadrada composta por 4 partes:

  • Fraquezas: aspectos negativos de uma situação interna e atual.
  • Ameaças: aspectos negativos do meio ambiente e sua projeção.
  • Forças: aspectos positivos de uma situação interna e atual.
  • Oportunidades: aspectos positivos do meio ambiente e sua projeção.

O SWOT é dividido em dois blocos:

  • Análise interna: é relativo a nós e a nosso projeto, nossas capacidades, experiência e recursos (tempo, dinheiro, equipamentos). É composto de pontos fracos e fortes.
  • Análise externa: tem a ver com o meio ambiente e tudo o que está além do nosso controle: leis, sociedade, mercado, concorrentes, economia, algoritmos etc. É composto por ameaças e oportunidades.

A matriz SWOT é super útil para saber onde está o seu projeto e estabelecer estratégias para melhorá-lo.

2. Defina seus objetivos

O primeiro passo para conseguir algo é saber o que você deseja alcançar.

É um truísmo, mas muitas vezes o ignoramos.

O que você quer receber? Quais são seus objetivos nas redes sociais?

Existe um sistema comprovado para atingir qualquer objetivo que você definir.

O método SMARTER:

  • Específico: específico.
  • Significativo: significativo.
  • Alcançável: alcançável.
  • Relevante: relevante.
  • Tempo limite: limitado no tempo.
  • Avalie: Avalie seu progresso.
  • Reajustar: reajuste seu foco.

Se você quiser, pode continuar se aprofundando na consecução dos objetivos.

As redes sociais são mais um canal para alcançar os objetivos gerais do seu negócio; portanto, os objetivos on-line devem ser consistentes com o plano de negócios.

Estes são alguns objetivos muito típicos:

  • Criar marca (marca)
  • Aumentar o tráfego para o meu site
  • Obter clientes

Seja qual for seu objetivo, seguir o método SMARTER é a coisa mais inteligente a se fazer 🙂

3. Defina seu público-alvo

O público-alvo que você está direcionando nas mídias sociais pode ter algumas variações em relação ao marketing offline. Isso ocorre porque certos grupos populacionais (como os idosos) dificilmente usam a Internet.

Para definir sua meta, leve em consideração fatores demográficos (idade, sexo) socio-econômico (cultura, poder de compra) e psicológico (personalidade, gostos, hábitos).

Se desejar, você pode continuar se aprofundando na sua personalidade de comprador.

4. Escolha os canais certos

Hoje existem muitos canais sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest, Tik Tok, etc.

Você tem que se perguntar três questões principais:

  1. Qual é o seu público-alvo?
  2. Quais se encaixam melhor em você?
  3. No que você vai estar?

Nenhuma das perguntas é trivial.

O primeiro deve ser bastante claro para você. Se você segmentar mulheres de 35 anos, elas certamente estarão no Instagram, Facebook e talvez no Pinterest. Se, pelo contrário, você for para a universidade, eles estarão no Instagram e no Tik Tok.

O segundo é uma questão mais pessoal. Se você não se sente confortável em uma rede social, é melhor não usá-la. Lembre-se, não confunda isso com vergonha. Isso é comum. Mostrando custos, especialmente no começo.

O terceiro depende do seu conhecimento e dos seus recursos. Se você só sabe usar o Facebook e o Instagram e seu público está nessas redes, perfeito. Se estiver em outras pessoas, ou você as aprender ou contratar alguém para levá-las.

Lembre-se de que seu público-alvo pode estar em 5 redes sociais e vale a pena estar em 2 ou 3. Escolha as principais.

Estabeleça sua estratégia com base em 4 eixos fundamentais:

  • Difusão: Crie uma presença nas redes sociais em que seu público-alvo está e aumente essa presença. Procure participação e interação com seu público.
  • Conversação: participar ativamente de redes. Comunique, compartilhe, responda, recomende … conecte-se para atrair interesse e visitas. Além disso, você poderá pesquisar, aprender sobre necessidades, oportunidades e tendências do mercado.
  • Captação: Através da disseminação e conversação, são criados vínculos de afinidade e confiança que formam uma comunidade coesa.
  • Fidelidade: é importante criar um vínculo forte, bidirecional e de longo prazo. Aspire para se tornar uma referência e entender o conteúdo como um serviço.

Com esses 4 elementos, sua estratégia terá uma ótima embalagem.

5. Crie um plano de conteúdo

O que você vai compartilhar? Em que formato? Qual é a sua fonte de conteúdo?

Antes de começar a postar como se não houvesse amanhã, considere as necessidades do seu público. Que você deveria ter definido em sua estratégia de negócios. Já discutimos a persona do comprador.

Ofereça conteúdo valioso, útil para seus seguidores e que os ajude. Isso criará credibilidade, confiança e se tornará uma referência para eles.

O seguinte deve aparecer em um plano de conteúdo:

  • O que você vai publicar: uma postagem sobre pais de anexos.
  • Que formato possui: é um vídeo.
  • Quando você o publica: a primeira quarta-feira de cada mês.
  • Para qual propósito: Divulgar os benefícios dos pais de apego.
  • CTA (Apelo à ação): Depois de assistir ao vídeo, baixe o ímã de chumbo.
Leia Também  Como configurar um controle remoto e receptor de IR em um Arduino

Eu recomendo que você faça um Excel (ou equivalente) e planeje seu conteúdo semanalmente. Então você pode ter um planejamento mensal ou trimestral para ter uma visão mais ampla.

Outro aspecto a considerar é a fonte de conteúdo.

Você pode ter várias fontes: outros blogs, perfis sociais de outros projetos etc.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

A principal fonte de conteúdo deve ser o seu blog. Você pode compartilhar suas postagens, imagens e infográficos relacionados (com texto e um link clicável que acompanha a publicação) e vídeos que você criou.

Você também pode compartilhar conteúdo de terceiros.

TRUQUE: Pesquise sua concorrência

Existe uma ferramenta que permite ver qual conteúdo da competição funciona melhor nas redes sociais. Chama-se Buzzsumo.

É uma ferramenta paga, mas certas funções são gratuitas.

Você só precisa acessar a web, colocar o domínio de um concorrente e, em alguns segundos, terá o conteúdo que teve mais envolvimento nas redes.

6. Defina indicadores de KPI

Os KPIs (principais indicadores de desempenho) são os indicadores que você levará em consideração para monitorar do seu plano de mídia social, para ver como estão as coisas, o que está funcionando e o que não está.

O que você vai procurar para saber se está no caminho certo?

Se seu objetivo é criar uma marca, você deve considerar parâmetros como número de curtidas, compartilhamentos (ou RT), interações e alcance.

Se, pelo contrário, está aumentando o tráfego da Web, observe o número de cliques e visitas ao seu site. A partir dessas visitas, novos clientes nascerão.

Se você estiver interessado em atrair assinantes, concentre-se nos leads.

Tudo depende dos objetivos que você definiu para si mesmo. Você também pode examinar todos esses parâmetros, mas dá mais importância a alguns do que a outros.

Para isso, recomendo que você crie um Painel de controle.

É um documento estruturado que contém as principais métricas do seu negócio e sua evolução ao longo do tempo. Dessa forma, de uma só vez, você pode ver a operação e a tendência do seu projeto.

Com base nesses dados, você pode tomar melhores decisões para corrigir ou aprimorar a direção do seu negócio.

É a minha arma secreta … Bem, agora não

7. Meça os resultados

Os empreendedores gostam de criar muito, achamos difícil terminar e relutamos em medir.

No entanto, é essencial saber o que funciona, o que não funciona e como melhorar.

Como foi? A que se deve? É o resultado da sua estratégia ou de uma tendência do mercado?

O plano de mídia social é muito bom, mas se você não medir os resultados obtidos, não poderá determinar seu grau de sucesso ou as ações a serem tomadas para continuar melhorando.

Para desenvolver um método de controle, você deve começar pelo conjunto de objetivos e sua quantificação. Por exemplo, você pode medir o aumento de seguidores, interação e tráfego do seu site nas redes sociais.

A análise e o controle a longo prazo serão o que permitirá melhorar o desempenho de suas ações e obter benefícios para seus negócios.

Você precisa estar atento aos resultados do seu plano de mídia social para melhorá-lo.

Um Plano de Mídia Social bem pensado e executado se torna um recurso benéfico para o seu negócio e até um elemento decisivo para elevar o seu negócio a um nível superior.

Enquanto você executa ações e mede resultados, está percebendo coisas a serem aprimoradas ou novas a serem adicionadas. Eu recomendo que você modifique o plano de mídia social sempre que necessário. Revise-o pelo menos uma vez por ano.

Estratégias de marketing de mídia social para se tornar conhecido

Existem muitas estratégias que você pode usar para crescer em redes. Eu vou te mostrar os 3 principais.

Como crescer em redes sociais com conteúdo

O conteúdo é o rei, que os americanos dizem. O conteúdo é rei.

Agora, não vale nenhum tipo de conteúdo ou aquele em que você massageia seu ego.

Esses são os requisitos que seu conteúdo deve ter para que ele funcione.

Conteúdo de qualidade

O conteúdo precisa trazer algo para o seu público, seja informação, treinamento ou entretenimento. Se você não fornecer nada disso, isso não é relevante.

Na Internet, há uma grande infoxificação, ou seja, um excesso de informação. Literalmente envenenamento por informações.

Portanto, pare de olhar para o seu umbigo e pense nas necessidades e problemas de seus seguidores. É isso que faz a diferença entre uma estratégia inadequada e uma bem-sucedida.

Publicar conteúdo visual

Com a quantidade de informações disponíveis (muitas delas são lixo), os usuários são vacinados contra assados ​​e conteúdo de baixa qualidade.

Publique conteúdo visual, como fotos, infográficos e vídeos, para usuários da Internet. É mais fácil consumir e não requer o mesmo esforço que a leitura.

Escusado será dizer que este conteúdo deve ser de qualidade.

Melhore o conteúdo que funciona

Veja qual conteúdo funciona melhor para você. Tanto no tema quanto no formato.

Talvez para anunciar uma lista de plugins do WordPress, um infográfico funcione bem, mas para explicar cada um deles, um vídeo é mais apropriado.

Se você fala sobre coaching em geral (e não tem uma boa resposta) e quando fala sobre coaching em família, verifica-se que você o acertou, sabe o que precisa falar mais.

Corrente

As transmissões ao vivo são a maneira mais próxima de alcançar seu público. Além disso, você pode combinar a explicação de questões teóricas com o diálogo com seus espectadores.

Lembre-se de que seus seguidores o têm como referência. Para eles, falar com você é como um garoto de quinze anos conversando com Justin Bieber ou Rosalía. Bem, talvez não tanto. XD

A conexão direta e direta cria um link único e insubstituível. Obviamente, dependendo da disponibilidade de tempo, da estratégia e do modo de ser, é um recurso que você usará mais ou menos.

Interagir

Este é um fator chave. Publicar um ótimo conteúdo é ótimo, mas as pessoas querem sentir que você está lá, que você as ouve e se preocupa com elas.

Se você simplesmente deixar o seu papel e sair, será realmente difícil criar uma comunidade.

Envolva-se, responda, participe. Se você não puder fazê-lo por falta de tempo, delegue esta tarefa.

Como promover um produto nas redes sociais

“Ok, Pablo. É ótimo publicar conteúdo de qualidade nas mídias sociais e interagir com meu público, mas eu quero vender “.

E eu também.

Contudo, não é recomendado vender diretamente nas redes sociais. Com o conteúdo, você se posiciona como referência no setor e pode falar sobre seus produtos ou serviços para que seu público os conheça.

Além disso, como você estabeleceu um sistema de captura de leads, haverá muitos seguidores que também são assinantes; portanto, o nível de confiança deles em você será ótimo.

Leia Também  O que se deve calcular para uma hora de trabalho?

Estas são as técnicas que você pode usar para promover seus serviços com seu marketing de mídia social.

Envolva seu público-alvo na criação

Comece dizendo ao seu público que está trabalhando em um novo serviço ou infoproduto que possa interessá-lo. Vá dar pistas para ele.

Nesse momento, você pode postar fotos com uma auréola de mistério na qual você parece trabalhar ou ver algum recurso do seu serviço.

Quando você já disse o que se trata, pode envolver seus seguidores, perguntando-lhes sobre algo, como o nome do serviço ou curso, ou algumas das características que eles gostariam que ele tivesse.

Obviamente, você também pode fazer isso com sua lista de endereços.

Esta fase é o terreno fértil para despertar interesse.

Crie conteúdo relacionado no blog

É uma técnica mais editorial do que social, mas que funciona muito bem. Publique várias postagens no seu blog relacionadas ao problema que você vai resolver.

Ou seja, não faça o típico post corporativo de “Estou criando um super serviço que você vai adorar”, a menos que queira assustar seu público. Por exemplo, se você pretende lançar um serviço de criação de conteúdo para SEO, nas semanas anteriores, você pode criar postagens sobre como escrever postagens, otimizá-las para mecanismos e ferramentas de pesquisa.

Em seguida, você pode compartilhar esse conteúdo em suas redes sociais, não apenas compartilhando o link, mas criando uma imagem e / ou vídeo que reforce a explicação.

Invista em publicidade

É sabido que as mídias sociais estão limitando o alcance orgânico para promover conteúdo pago. Isso não significa que o orgânico não funcione, longe disso, apenas que é cada vez mais difícil maximizar o alcance sem passar pela caixa.

Não podemos estar alheios a essa realidade. Portanto, considere dedicar uma parte do seu orçamento para se promover nas redes sociais.

Afinal, só porque você não paga para publicar conteúdo não significa que não envolve um investimento de recursos, tempo e talvez dinheiro (se você delegar essa função).

Posicionamento nas redes sociais

Como nos mecanismos de pesquisa em geral, como o Google, algumas redes sociais também têm seu próprio mecanismo de pesquisa interno. Na verdade, todos eles (ou quase) têm.

Facebook, Twitter, Instagram … E YouTube.

O YouTube é o segundo mecanismo de pesquisa no mundo. Como você fica

Talvez você tenha pensado que era Bing ou Yahoo. Nada está mais longe da realidade.

A conhecida plataforma de vídeo monopoliza um grande volume de pesquisas todos os meses. De fato, seus resultados também estão começando a aparecer no Google.

Não é estranho que você faça uma pesquisa e encontre um vídeo nas primeiras posições. Geralmente, eles aparecem em blocos de 3.

Assim que O YouTube é de vital importância na estratégia de posicionamento do seu projeto:

  1. Posicionamento dos seus vídeos no YouTube
  2. Posicionamento seus vídeos no Google

Pela minha experiência, garanto que o posicionamento no YouTube é ótimo, mas não é possível comparar um vídeo nos resultados do Google.

O posicionamento em qualquer rede faz com que o Google perceba a importância do seu projeto e que muitas outras pessoas o conhecem em cada um dos seus perfis sociais.

Então leve a sério o seu marketing de mídia social, especialmente no YouTube.

Publicidade nas redes sociais

Como comentamos antes, os algoritmos das principais redes sociais estão fazendo o que precisam e procurando que você abra o portfólio.

E até certo ponto, é compreensível. São serviços que você usa “de graça” e precisam encontrar uma maneira de ganhar dinheiro com sua presença.

As despesas de infraestrutura e pessoal de uma rede social são bilionários. Sua renda também não está longe, acredite ou não.

Portanto, se você pagá-los, estará contribuindo com os cofres deles e eles o devolverão na forma de visibilidade.

Aumentar o conteúdo no Facebook

Essa técnica consiste em pagar pelo Facebook para aumentar significativamente a visibilidade do seu conteúdo. As vantagens são que é mais barato, mais rápido e fácil que o Facebook Ads.

Você pode gerar conteúdo no Facebook para conquistar seguidores, melhorar o envolvimento com seu público ou promover seus produtos.

No link anterior, você tem vários exemplos de estudantes de treinamento em Reinvenção Knowmada que tiveram muito sucesso em aplicar isso.

Anúncios no Facebook e Instagram

A publicidade no Facebook tornou-se essencial em qualquer estratégia de marketing que se preze nos últimos anos.

Tem duas grandes vantagens sobre os anúncios usuais do Google, o Anúncios do Google:

  1. Você pode alcançar o público que deseja
  2. É muito mais barato

Enquanto no SEM você tem que pagar e aguardar o usuário fazer a pesquisa pela qual você licitou, no Facebook, é você quem escolhe qual público deseja alcançar.

Embora seja verdade que o custo da publicidade no Facebook tenha aumentado recentemente devido ao aumento de anunciantes, também é verdade que ainda é muito mais barato que a publicidade no Google.

Como o Instagram é do Facebook, você pode optar por anunciar no primeiro, no segundo ou em ambos. Há pessoas que preferem um ou outro. Sou a favor de testar e decidir com base nos resultados.

Anúncios do YouTube

Já vimos a importância do YouTube e sabemos que ele tem um grande público. Mas anunciar nessa rede social não é apenas recomendado porque há usuários, mas também por outro motivo.

Existem muito poucos anunciantes no YouTube.

“Mas, Pablo, eu vejo mais e mais anúncios.”

Sim, mas há espaço para muitos mais. A cada hora, milhares de horas são enviadas ao YouTube em vídeo e a maioria é monetizada, de modo que o YouTube deseja colocar seus anúncios lá (geralmente vários por vídeo).

Que ocorre?

Que o crescimento do conteúdo é muito maior do que o dos anunciantes. Portanto, anunciar no YouTube é muito barato.

Além disso, ele tem uma barreira maior à entrada do que o Facebook, já que você precisa enviar um vídeo. E nem todo mundo faz isso, porque não deseja aparecer no vídeo ou porque não deseja contratar alguém para fazer um vídeo no qual não precisa aparecer.

Anúncios do YouTube vive uma situação semelhante à vivida há cinco anos no Facebook Ads: muitos pontos de publicidade, poucos anunciantes.

* * *

Até agora, o post sobre como se tornar conhecido fazendo marketing de mídia social.

Como você vê, você deve começar criando um plano de mídia social e escolha as estratégias de marketing de mídia social mais adequadas para o seu projeto e que melhor se adaptem a você e ao mercado.

Este plano de mídia social não está fechado, mas deve estar sempre aberto a mudanças e melhorias.

Se você deseja que sua empresa não dependa exclusivamente de algoritmos, inscreva-se neste treinamento gratuito.



cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br